Evangelho Segundo Leugim


miguel westerberg

miguel westerberg

No principio a terra era sem forma e vazia e Deus pela sua palavra em forma de verbo, criou todas as coisas e entre todas elas, por fim criou a sua maior obra, o homem a sua imagem e semelhança dando lhe o poder sobre todas as coisas, igualando a natureza do homem a dos anjos.

O homem porem na sua desobediência dera inicio ao pecado e deste modo Deus por amor lhe ofereceu uma segunda oportunidade enviando o seu Filho a Terra, afim de que todos que nele cressem se tornassem também seus filhos.

Assim nasceu o Cristo em Belém de Judá. Sua mãe Maria e seu pai José por revelação do anjo Gabriel, lhe deram o nome Jesus, que também foi chamado o Filho do Carpinteiro. É este que vos anúncio o Filho do Carpinteiro, Jesus o Cristo que foi enviado entre os homens a fim de lhes dar uma segunda oportunidade, a de poder um dia conhecer a face de Deus Nosso Bom Pai que esta nos céus.

A vinda do Filho do Carpinteiro foi curta, mas próspera, Ele esteve entre nós e muitos nós não reconhecemos como sedo Filho de Deus, por isso nós homens o crucificamos e houve alguns entre nós que se tornam anátemas, blasfemando contra a sua palavra.

Jesus era um homem simples, homem igual a tantos outros. Seu modo de vida ate a idade compreendida dos trinta anos foi a de um simples e humilde carpinteiro. Apesar de José ter falecido quando Jesus tinha apenas 17 anos, Ele porem permaneceu com a sua mãe, suas irmãs e seus dois irmãos: Tiago e Judas os cais mais tarde se tornam seus discípulos.

Deste modo a vida ate a idade compreendida dos trinta anos pouco ou nada sabemos sobre a vida de Jesus, o que alguns de vós poderão por em causa e tentar compreender o porquê da vida de Jesus ser em parte ocultada ate esse determinado tempo?

Caríssimos irmãos e irmãs, na verdade o que para Jesus tinha importância era apenas: a sua palavra, palavra essa que determinou o inicio do homem novo e o fim do velho, sendo ele Adão.

A palavra se fez verbo entre nós e ela entre nós transformou nossas vidas, por esse mesmo motivo as descrevo para que um dia também cada um de vós tenha a oportunidade de se converter e aceitar este novo evangelho.

Para se compreender os evangelhos dos restantes apóstolos, em primeiro de tudo é necessário que cada um de vós se converta e recebam pela fé que também nos foi dada, o espírito santo, pois ele vos ensina e mostrar-vos o caminho que devereis andar, para conseguirdes alcançar as bênçãos e os dons que nós pela fé também temos alcançado.

Só assim compreendereis todas as coisas, sem que vos torneios anátemas. Para que tal aconteça tereis que vos desfazeres do velho homem, das vaidades e de tudo o que sufoca as vossas almas. Já que nós homens contemos três naturezas: a carne que é matéria, a alma que é supro Divino de vida e por fim o espírito, aquele que nos guia para que tenhamos sabedoria.

É sobre este assunto que venho ate vós, por palavras: falando vos de um outro espírito que não o que ate aqui tem estado sobre vós, mas antes vos falo do espírito que eu também um dia tenho recebido por meio de orações e muito sofrimento, o que nos prometido por Jesus depois da sua ressurreição, sim o temos recebido e nos maravilhamos com tais dons, que muitos de nós julgavam ser impossíveis alguma vez alcançar.

Sobre a diversidade dos dons, existem muitos, mas com o da caridade é o que tudo supera e tudo suporta. Se vos firmardes nele os vossos fardos se tornam mais leves, pois ele é preenchido por a paciência, que é maior das virtudes que qualquer ser humano pode alguma vez ter em si.

Deixo-vos este testemunho, que tudo podereis alcançar, porque temos um Pai que é dono de todas as coisas, tanto visíveis como invisíveis. Para isso entregai vossos corações e vossas mentes a Deus, afim que ele vos dei a porção certa da fé, para que também essa mesma fé vos chame as santas águas do santo batismo, qual nosso Senhor Jesus Cristo também tem recebido para nos deixar como exemplo. Esta é a chave que nos conduz a santidade, pois através do batismo, enterramos nas águas o velho homem Adão e daremos inicio ao novo homem que tem por cabeça Cristo nosso salvador e redentor.

Através deste mesmo batismo o espírito do qual vos quero há muito anunciar, ele descerá sobre vós e desde então vossas vidas se transformam, tornando vos novas criaturas, não mais carnais, mas sim espirituais.

Após o batismo e de receberdes o espírito santo, será dando a cada um de vós, um dom excelente, mediante a fé que vos foi dada por Deus Pai que esta nos céus.

Tais dons são dados a fim de que cada um de nós faça parte deste tão grande corpo celeste e nossas vidas tem outro sentido.

Aquele que recebe o dom de Deus deve o conservar e permanecer do modo que assim mesmo foi chamado, afinal nossas vidas não nos pertencem mais, mas antes estaremos sujeitos ao que o espírito santo nos diz. Compreendendo a partir desse momento a voz que nos guia; tudo em nós passa a ter maior sentido, ao ponto que nem o sofrimento será capaz de nos abalar deste tão grande edifício que já fazemos parte.

Digo-vos isto, que se houver alguém que se ache capaz de suportar outros dons, então deve pedir a Deus, por meio da oração, jejus e sempre em nome do seu Filho muito amada, Jesus Cristo nosso salvador.

ENCOMNTRADO RECENTEMENTE NO EGIPTO

~ por miguelwest em 28 de Agosto de 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: