Bairro Alto – Lisboa entre palavras soltas


miguel westerberg

miguel westerberg

miguel westerberg

miguel westerberg

Subimos o chiado com destino ao bairro alto

Éramos quatro apenas e um outro

Que apareceu pela força de um acaso sem ser destinado a  ali estar.

 

Das imperiais ao fumo imenso de nossos cigarros

Contamos historias e aventuras pessoais

Que entre amigos são aceiteis.

 

A noite era ainda uma criança

No café estádio o ruído dos outros era também o nosso

Próprio roído que compunha uma tão simples sinfonia.

 

O Vinhas com o seu caderno diário

Pedia-me carecidamente para que lhe ensinasse a desenhar corretamente

O rosto de pobre vagabundo e solitário…

O Entresede estava constantemente a recitar

Palavras soltas de um livro de bolso.

 

Entre nós um estranho vindo de Coimbra

Implorava por uma puta enquanto o Mihai namorava  a cerveja.

Duas da manha partimos Rumo para o Adamastor

E fomos parar no Bar – Pai tirano.

Miguel Westerberg

Bairro Alto – Lisboa 2009-07-27

~ por miguelwest em 29 de Julho de 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: