PAGINAS QUE O TEMPO RASGA – LIVRO


CAPA DO LIVRO

Quando me predispus a escrever este livro eu não tinha um assunto pré-definido, apenas deixei que as memórias e assolações que vagueiam a minha mente, se materializassem em forma de letras e construísse a figura de um artista plástico um tanto frustrado com as alegrias e decepções vividas no decorrer da sua trajetória.

Os cenários retratados não poderiam ser outros, senão os muitos lugares por onde passei e as grandes experiências dramáticas que compartilhei com aqueles figurantes e atuantes no palco da vida. A cidade de Lisboa, aqui relatada, é o palco central, pois foi nela onde me desenvolvi como cidadão do mundo e vivenciei os momentos mais lastimáveis e felizes da minha existência.

Muitos se identificarão com as experiências do personagem, mas qualquer semelhança será um mero acaso, já que esse livro é fictício.

Miguel Westerberg
Cidade do Porto – Portugal

~ por miguelwest em 23 de Setembro de 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: