Século XXI o século dos globalistas


Miguel Westerberg em SP ano de 2007
Neste principio de século vinte e um, as idéias passaram para o segundo ou ate mesmo terceiro plano, já que cada ser humano apenas tem um só objetivo; de se tornar cada vez mais materialista, então eu escrevo apenas isto: Será que ainda paramos para cheirar uma rosa ou para ler algo que nos edifica? Enfim, é aqui que a fé dos homens é posta em causa, ela hoje é apenas uma palavra recriada pelos nossos antepassados e nada mais do que isso. Fé em que Deus, fé em que religião? Es um todo que cada endivido apenas tenta demonstrar para nada definir, pois na verdade caminhamos as escuras, já que temos que acreditar e dizer alguma coisa, para não ficarmos mal vista entre os de mais que também caminham no escuro e muitas das vezes em solo abstrato.

Tento definir uma palavra, globalização e retalhar a mesma a um todo para que a mesma palavra seja escrita de forma certa e crie harmonia, mas a mesma palavra nos educa apenas a desigualdade é como se o mundo fosse apenas um espelho estilhaçado e que cada pedaço se aproveita apenas pelo seu tamanho, o resto varresse e lançasse ao lixo, como uma coisa que para mais nada serve. Se ao menos este todo fosse reutilizado para de novo fazer surgir um espelho, por certo todos nós, identificaríamos mais uns com os outros. Estou assim, convencido que o maior distúrbio vem das religiões, elas promovem a desigualdade, cada endivido é educado desde cedo a entender um todo que nunca se define é como dar um alimento sem gosto algum.

Acredito num só Deus e o de mais é apenas o todo que o envolve, cada um de nós. Se um dia a humanidade tiver coragem para repensar isto, sem que aniquile Deus, tenho por certo que esta será sem sombra de duvida a maior vitória já mais alcançado pelos humanos, para que no fim de cada geração a paz e o amor tenham um só sentido, que é a verdade.Para mim é urgente uma revolução neste campo, é urgente repensar cada idéia e reagrupar num todo para olharmos no espelho e dizermos um dia, que somos todos tão diferentes, mas tão iguais.Enquanto isso não acontece permanece em mim a esperança que deixo por escrito, para ti meu amigo e irmão nesse lugar tão distante e que sabe absoluto.

Miguel Westerberg – SP – Brasil
MOVIMENTO ARTISTICO OS GLOBALISTAS
.

~ por miguelwest em 28 de Novembro de 2007.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: